QCP Capital vê Bitcoin recuperando máximos de US$ 74 mil

A QCP Capital, uma importante empresa com foco institucional, recentemente projetado que o Bitcoin poderia revisitar seus níveis máximos de

João Portela

João Portela

Olá me chamo João portela e vou te guiar no universo das criptomoedas


A QCP Capital, uma importante empresa com foco institucional, recentemente projetado que o Bitcoin poderia revisitar seus níveis máximos de preços, potencialmente atingindo até US$ 74.000 em breve.

Esta previsão segue os dados mais recentes do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) dos Estados Unidos, que impulsionou significativamente os ativos de risco.

A empresa observou que o aumento positivo no mercado se deve em parte à renovada procura do lado da compra, como evidenciado pelo padrões de compra que se assemelham aos dos criadores de mercado de fundos negociados em bolsa (ETF).

Leitura Relacionada

Influxos institucionais e indicadores de mercado apontam para uma tendência de alta do Bitcoin

Numa análise detalhada partilhada através do seu canal Telegram, QCP Broadcast, a empresa declarou: “Esperamos impulso de alta aqui isso pode nos levar de volta aos máximos de 74k.”

O interesse institucional substancial no Bitcoin apoia este sentimento, já que grandes gestores de ativos como Millennium e Schonfeld alocaram cerca de 3% e 2% de seus ativos sob gestão (AUM), respectivamente, para ETFs BTC à vista.

O otimismo em torno do Bitcoin não é apenas teórico, mas apoiado por uma atividade significativa do mercado. Por exemplo, as entradas em ETFs de Bitcoin à vista nos EUA atingiram um alta de duas semanas de 303 milhões de dólares em 15 de maio, sinalizando uma renovação robusta da confiança institucional.

O fundo FBTC da Fidelity liderou esse influxo com US$ 131 milhões, seguido pelo fundo BITB da Bitwise, que registrou US$ 86 milhões, marcando o maior valor desde o início de março. O GBTC da Grayscale, que sofreu saídas durante quatro meses, reverteu essa tendência com uma entrada de US$ 27 milhões.

Sublinhando ainda mais isso sentimento de altaa Millennium Management detém um portfólio de ETF Bitcoin de aproximadamente US$ 2 bilhões, tornando-a a maior detentora de ETFs Bitcoin específicos, como o IBIT da BlackRock e o FBTC da Fidelity.

Outros fundos de hedge, incluindo Elliott Capital de Paul Singer e Apollo Management Holdings, também divulgaram participações significativas em ETFs de Bitcoin, mostrando o crescente interesse institucional no Bitcoin.

Desempenho do mercado e perspectivas futuras

O desempenho do mercado do Bitcoin tem sido bastante notável. Aumentou quase 10% na semana passada, incluindo um aumento de 2,7% apenas nas últimas 24 horas.

Gráfico de preços do Bitcoin (BTC) no TradingView
O preço do BTC está se movendo lateralmente no gráfico de 4 horas. Fonte: BTC/USDT em TradingView. com

A QCP Capital atribui esta tendência a vários fatores, incluindo a significativa “adoção soberana e institucional, o alívio das preocupações com a inflação e as próximas eleições nos EUA”, todos os quais contribuem para uma perspetiva de mercado favorável.

O sentimento positivo também se deve, em parte, aos dados do IPC divulgados em 15 de maio, que corresponderam às expectativas e aliviaram as preocupações sobre a inflação.

Isto é crucial, uma vez que as taxas de inflação mais baixas influenciam as decisões da Reserva Federal sobre as taxas de juro, tornando os activos mais arriscados como o Bitcoin mais atraentes para os investidores que procuram rendimentos mais elevados.

James Coutts, analista-chefe de criptografia da Realvision, também citou o índice Global Money Supply (M2) como um indicador crítico dos movimentos de preços do Bitcoin.

De acordo com Coutts, os agregados monetários M2, que incluem numerário e depósitos à vista e são facilmente convertíveis perto do dinheiro, são fundamentais para a compreensão dos fluxos de liquidez no sistema financeiro global.

Ele observou: “O estoque monetário geralmente se move em uma direção, com quedas significativas como as observadas em 2022 sendo raras e normalmente breves”.

Leitura Relacionada

Coutts prevê que qualquer quebra significativa acima dos máximos históricos do Bitcoin poderia abrir caminho para que ele atinja cerca de US$ 150.000 neste ciclo. Ele comentou: “Assista ao nível 101/102 no DXY. Se isso quebrar, deveremos ver cerca de US$ 150 mil BTC neste ciclo”, enfatizando a interação entre a liquidez e os ciclos de mercado.

Imagem em destaque do Unsplash, gráfico do TradingView





Fonte da Matéria Original em Inglês

Veja mais no coinscope